<

Ultrassonografia Morfológica

morfo 3

Toda gestante corre o risco de dar à luz um bebê com algum defeito físico ou mental, independente da sua idade ou de qualquer outro fator de risco, sendo isto motivo de grande apreensão e angústia por parte dos pais, que sonham com um bebê perfeito.

Embora as pacientes acima de 35 anos, aquelas com história de doenças crônicas (hipertensão, diabetes, etc), as que já tiveram outros bebês defeituosos e aquelas com perdas fetais anteriores sejam consideradas de maior risco, a maioria das malformações fetais ocorre naquelas gestantes que não apresentam quaisquer desses fatores (gestantes de “baixo risco”). Assim sendo, mesmo às gestantes ditas de “baixo risco” deveria ser dada a oportunidade de saber se seu bebê é normal ou apresenta algum defeito.

A ultrassonografia morfológica, um tipo de exame no qual todos os órgãos e sistemas do feto são avaliados de forma detalhada, quando realizada por profissional experiente permite a detecção da imensa maioria das malformações fetais. Nos países desenvolvidos, sobretudo na América do Norte e na Europa Ocidental, este exame é considerado de vital importância há muito fazendo parte da rotina pré-natal normal.

Embora possa ser realizada durante quase toda a gestação, a ultrassonografia morfológica deve ser feita, preferencialmente, entre a 20a e a 24a semanas gestacionais (por volta do 5o mês). Nesta fase, temos a possibilidade de identificar e avaliar quase a totalidade das estruturas anatômicas do bebê, como cérebro, face, coluna, coração, sistema digestivo, rins, pés e mãos. Existe, infelizmente, uma falha de cerca de 15% na detecção de algumas malformações, como estreitamento do esôfago fetal com passagem para a traquéia. Outras, são diagnosticadas em 100% das vezes, como na ausência de calota craniana (anencefalia), por exemplo.

Muitas gestantes perguntam se existe algum outro exame morfológico durante a gestação. Sim, existe. É chamado de ultrassonografia morfológica do 1º trimestre e deve ser realizado entre 11 e 14 semanas de gestação. Veja maiores detalhes no post sobre Rastreamento da Síndrome de Down.

Portanto, peça a seu médico a solicitação destes exames sempre que estiver entre 11 e 14 semanas e entre 20 e 24 semanas.

 marcelo

Prof. Dr. Marcelo Aquino

Professor Adjunto de Obstetrícia da Faculdade de Medicina da Bahia-UFBA